'O céu é o limite' para a
engenheira da NFE Sasha Lewis

CONHEÇA-NOS MELHOR

Conheça
a Sasha

Sasha Lewis passou a infância a mexer em tudo o que conseguia encontrar, desmontando as coisas só para ver como funcionavam e depois voltar a montá-las. Hoje, a Sasha está a mexer em brinquedos maiores como uma das mais jovens engenheiras de projecto na New Fortress Energy (NFE).

Em 2018, durante o seu último ano na Universidade de West Indies, a finalista em engenharia electrónica ganhou uma bolsa de estudo da NFE, que depois a contratou pouco antes da sua graduação.

Sasha Lewis

“A bolsa de estudos veio na hora certa e permitiu que eu me concentrasse nos meus estudos,” lembra Sasha. “Quero ter um impacto duradouro e positivo no meu país, por isso a escolha de trabalhar com a New Fortress foi uma decisão simples. Pela primeira vez em anos, a economia jamaicana registou crescimento, e um dos factores que o Primeiro-Ministro mencionou é a introdução do gás natural como fonte de combustível. Para promover os benefícios, este combustível reduziu significativamente a nossa pegada de carbono, apoiando o desenvolvimento sustentável. A transição para o gás natural é um desenvolvimento significativo para a Jamaica, e estou orgulhosa de fazer parte da equipa que está a escrever uma história tão importante.”

Na NFE, ela assegura o desenvolvimento e a conclusão atempada, rentável e compatível de seis projectos de pequena escala na Jamaica.

Sasha Lewis

“Um dia típico na NFE envolve uma excitante mistura de escritório e campo,” diz ela. “Quando estou no escritório, recolho os requisitos do projecto, mantenho a nossa base de dados de projectos, controlo os custos do projecto, trato da calendarização. Um dia normal no estaleiro significa que estou a monitorizar a actividade no local e a gerir os empreiteiros para garantir que todos os prazos são cumpridos. Nunca há uma semana em que eu tenha a certeza do que irá acontecer de certeza, e isso é estimulante. Isto, juntamente com a capacidade de viajar e experimentar diferentes culturas, é o que eu mais gosto ao trabalhar na NFE. Isso me inspirou a frequentar o meu mestrado para fortalecer a minha capacidade de transformar o mundo, um projecto de cada vez. Eu também adoraria começar a minha própria pastelaria - e quem sabe, talvez ela seja alimentada a gás natural!”

A Sasha navega pela vida de acordo com os seus próprios termos, optando por estabelecer os seus próprios padrões de grandeza em vez de se esforçar por cumprir os padrões de referência estabelecidos pelos sucessos dos outros.

“A ideia de um modelo leva-nos a acreditar que a nossa grandeza deve ser equivalente à de outra pessoa,” diz ela, “No século XXI, quando tudo é considerado 'objectivos', é bom estarmos conscientes da nossa própria grandiosidade. Somos os nossos maiores modelos ao abraçarmos o que constrói o nosso carácter. Desde que nos esforcemos, acreditemos em nós mesmos, e que procuremos apaixonadamente o que queremos, então o céu é o limite.”